COLEÇÃO DE UNIFORMES


Tal pai, tal filho
por Jordana Nunes - 3º Ano - Ens. Médio  | Itapoã

Com as grandes manifestações de junho do ano passado, os chamados Black blocs ganharam destaque na mídia. Eles são jovens mascarados que viram no vandalismo um meio muito eficaz de chamar a atenção dos governantes, que, por sua vez, responderam com  repressão policial, o que acabou incitando  ainda mais os adeptos ao movimento.

No entanto, o que os membros do movimento não perceberam é que ao travarem essa briga com a polícia e o governo,acabam desviando-se do principal motivo das manifestações - as mudanças que precisam ocorrer no Brasil. 

Embora,os Black blocs  tenham justificativas próprias para agir dessa maneira, não perceberam ainda o quão errados são seus atos, ao quebrarem vitrines, saquearem lojas e queimarem lixeiras. Com essas ações não estão realmente atingindo o sistema vigente, e sim causando medo na população e mostrando para todos a imaturidade em lidar com o propósito das manifestações.

Sendo assim, não foi difícil para o governo converter todos os erros cometidos pelo movimento em propaganda negativa acerca das manifestações e assim, justificar a forte repressão policial usada nas mesmas. Porém, esquece-se de que o falho movimento dos Black blocs é na verdade, fruto de um governo corrupto que tenta ao máximo tirar vantagens de tudo e de todos e, ainda, sempre que possível, evitar mudanças que possam de alguma forma favorecer á população, que, por sua vez, carece de saúde, educação, segurança, e inúmeras outras demandas que, caso sejam realmente  prioridades dos nossos governantes, não existiriam hoje no Brasil, pessoas que vêm o vandalismo como última saída para mudar o país. 

Por todos esses aspectos descritos é imprescindível que a população não seja influenciada pelas ações, tanto dos Black blocs, quanto do governo, pois, caso isso continue a ocorrer, o Brasil nunca mudará. O País pode sim mudar, mas  isso só acontecerá através de paciência, pacificidade e, acima de tudo, muita persistência por parte daqueles que realmente querem fazer a diferença. 



Outros artigos escritos por Jordana Nunes
Um lanche nada feliz
Tal pai, tal filho
Vidas negadas
A biologia da vida
COMPARTILHE COM UM AMIGO
Se você gostou do conteúdo desta página e deseja compartilhá-la com outras pessoas,
preencha os campos abaixo.
Seu nome:
Seu e-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Unidade Itapoã
R. Jaime Duarte do Nascimento, 617, Itapoã - Vila Velha-ES, CEP: 29101-620
Telefone: (27) 3320-5900