COLEÇÃO DE UNIFORMES


Repensando as ocupações
terça-feira, 8 de novembro de 2016

Editorial Nº. Ano:

Tem sido comum ultimamente a ocupação de prédios públicos, como forma de protesto ou reivindicação. Isso vem acontecendo também na educação.  Escolas da rede pública de ensino de várias unidades da federação, faculdades e até reitorias de universidades federais vêm sendo ocupadas por estudantes.

Recentemente, esses atos se verificaram em várias unidades por uma causa comum: protesto contra as PECs em tramitação no Congresso que estabelecem limite de gastos do governo e a que propõe uma reforma educacional. Não cabe aqui tomar partido ou julgar o mérito dessas ações. Mas cabe refletir sobre sua validade e eficácia.

Vivemos em um regime democrático que reconhece, portanto, o direito de protestar e de reivindicar. Fica implícita, a necessidade de uma discussão envolvendo os interessados e reconhecendo a decisão da maioria. Como fica a vontade dos que não concordam?  Essas maiorias são significativas ou predomina a decisão de grupos minoritários?

Quanto às autoridades, é realmente válida a iniciativa de tratar de assunto tão delicado e importante para o país como a educação via medida provisória?

As ocupações atuais impactaram calendários letivos, interromperam o funcionamento normal dos locais, com prejuízos a interesses e necessidades de alunos professores, funcionários. São paralisações que implicam custos para o serviço público. Quem paga a conta?

E os milhares de alunos que se viram impossibilitados de fazer o ENEM devido a essas ocupações?

Haverá outra forma de se manifestar sem radicalizações e recursos extremos que causam transtornos, provocam revoltas entre os prejudicados, geram hostilizações, intervenções, às vezes radicais, das autoridades, redundando em antagonismos?

É possível abordar essas questões pelo diálogo. Estamos tratando de jovens que precisam de orientação, da garantia dos seus direitos, entretanto, de lições autênticas de democracia para que não precisem recorrer a recursos extremos com esse.


COMPARTILHE COM UM AMIGO
Se você gostou do conteúdo desta página e deseja compartilhá-la com outras pessoas,
preencha os campos abaixo.
Seu nome:
Seu e-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Mapa do site:
Institucional
Proposta pedagógica
Trabalhe conosco
Contato
Unidade Itapoã
Dentinho de Leite
CEICNEWS
Nossos Colunistas
Editorial
Galeria de Fotos
Nosso aluno, nosso orgulho
Prata da Casa
Ex-alunos
Cultural Tour
Unidade Itapoã
R. Jaime Duarte do Nascimento, 617, Itapoã - Vila Velha-ES, CEP: 29101-620
Telefone: (27) 3320-5900